Área de Cliente

Insira dados de acesso

Dados de acesso incorrectos.

Username *

Palavra-chave *

(*) Campo obrigatório

Exclusiva a Clientes Profissionais

O acesso à área reservada é restrito aos nossos clientes profissionais e parceiros.

Solicitar acesso?

Solicitar dados de acesso

Problemas de acesso?

Esqueceu-se dos seus dados de utilizador ou palavra-chave?
Para solicitar informações ou novos dados de acesso utilize o seguinte formulário: Recuperar dados de acesso

Área de Cliente

Dados de acesso

Preencha os seguintes campos para obter dados de acesso.

Nome *

Endereço de correio electrónico *

Telefone *

Área de Cliente

Recuperar dados de acesso

Preencha o seu endereço de e-mail para recuperar os seus dados de acesso.

Dados de acesso incorrectos.

Endereço de correio electrónico *

Arquitectura Têxtil

Kennet Snelson, durante os seus estudos na escola de arte Black Mountain College (CN, EUA), em 1948,interessou-se pelas idéias relativas a tensão e compressão do seu professor Richard Buckminster Füller. Começou então a realizar experiências através das quais explora o espaço tridimensionalmente, com particular interesse no movimento, desenvolvendo um método de construção que agrega elementos modulares em que utiliza cabos como linhas de tensão para equilibrar os elementos no lugar. Richard Buckminster Füller efectuou algumas alterações neste princípio, aplicou-o às construções de domus geodésico que vinha realizando e denominou-o de Tensegrety (“tensão e integridade”).

 

Os maiores interesses de Kennet Snelson prendiam-se com a forma como a matéria é construída e como articulá-la no espaço. Dedicou-se a investigar as propriedades físicas das estruturas, procurando tornar o espaço palpável através dos limites em que o sólido está contido. “Não estava interessado em esculturas, mas sim em estruturas.”

 

Frei Otto, dedicou-se a investigações no campo da Arquitetura Têxtil, desenvolvendo Tensoestruturas, e é um dos pioneiros na compatibilização ambiental e preservação de recursos naturais. No sua formação de engenheiro de aviação, realizou experiências e investigações acerca de tendas para abrigos de emergência, promovendo posteriormente avanços pioneiros em coberturas, matemática estrutural e engenharia civil. A partir de 1972, pesquisa estruturas biológicas, tais como malhas estruturais de conchas.

 

A Arquitetura Têxtil utiliza a membrana como principal material para as suas estruturas e coberturas. Essas membranas, constituídas por um tecido ou malha de fibras,  podem receber tratamentos para optimizar as suas performances físicas e mecânicas, e permitem cobrir grandes vãos com rapidez de montagem e custo relativamente baixo comparativamente com a construção convencional. As membranas tensionadas são leves e relativamente finas, proporcionando ambientes com iluminação transparente ou translúcida e diversidade de formas de superfícies curvas.


A Arquitetura Têxtil cujas origens estão associadas às tendas de grupos sociais nómadas, é utilizada em construções de rápida montagem e desmontagem, e de transporte fácil. É inserida neste contexto devido principalmente à confecção de membranas para as coberturas dos Sistemas Modulares Têxteis e à leveza requerida. Na Arquitectura Têxtil, as Coberturas Tensionadas são constituídas por membranas que cumprem as funções estruturais e de vedação. As membranas tensionadas10 são formadas por mantas, cabos, elementos de suporte, ancoragem e fundação, e são classificadas basicamente como estruturas tensionadas de membrana,que agem como estruturas e vedações;estruturas tensionadas de malha, que atuam de forma independente dos elementos de cobertura, e estruturas pneumáticas, que são sustentadas pela pressão do ar (Figura 105). As tendas nômades e yurts, cujas origens nos  remetem a quarenta mil anos e a materiais como ossos, peles, e diversos elementos naturais, estão estreitamente relacionadas ao contexto socio-econômico do grupo e aos recursos e condições climáticas encontradas na região. O caráter geralmente provisório dessas habitações é evidenciado através dos elementos construtivos de fácil transporte e rapidez na construção, características que se refletem nas primeiras manifestações da Arquitetura Têxtil e objetos a ela relacionados. Hoje já é possível considerarmos uma Arquitetura Têxtil de carácter permanente.

 

Construímos membranas, o principal material utilizado na "Arquitetura Têxtil", com o objectivo de aplicá-las como coberturas e estruturas. As malhas ou tecidos utilizados estruturalmente, são geralmente compostas por malhas ortogonais de fios, variando tanto na espessura do tecido, quanto no tipo do fio e na quantidade destes por cm². As membranas tensionadas recebem uma estrutura de sustentação organizada sob forma de reticulados espaciais, garantindo eficiência estrutural; as hastes de sustentação são leves e muito resistentes, geralmente com seção transversal tubular. A trama da membrana obteve atenção especial por parte das indústrias que a produzem. Durante o processo, as mantas tramadas, que geralmente recebem tração diferenciada em cada sentido das fibras (urdidura e trama), podem ser pré-traccionadas nos dois sentidos antes de receber a camada de revestimento.